Federação Nacional dos Corretores de Imóveis

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Imprimir

QUALIDADE DAS PALESTRAS E PÚBLICO SÓ RENDEM
ELOGIOS AO FÓRUM DE CORRETORES EM FORTALEZA

Promovida pela Fenaci, em conjunto com o Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado do Ceará (Sindimóveis-CE), a 19ª edição do Fórum Regional dos Profissionais Corretores de Imóveis (Foreci), realizada dia 2/6/2017, no Hotel Gran Mareiro, em Fortaleza, reuniu uma excelente plateia, atraiu personalidades do mundo imobiliário local e estadual e contou com palestras do mais alto nível. Além do vice-presidente de Habitação, Nelson Antonio de Souza, foram palestrantes na ocasião a jornalista especializada em economia, Denise Campos de Toledo; o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci; o especialista em Marketing e Inovação, Marcelo Dadian; e o procurador-regional do Trabalho da 7ª Região/CE, Francisco Gerson Marques de Lima.

Além do presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro, e da presidente do Sindimóveis-CE, Cristina Chaul, compuseram a mesa de abertura dos trabalhos do Foreci Fortaleza as seguintes personalidades: procurador de Justiça do Estado do Ceará, José Valdo Silva; presidente do Creci-CE, Apolo Scherer; vice-presidente da Fenaci, José Maria Cavalcante Lima; presidente do SindusCon-CE, André Montenegro de Holanda; gerente-regional da Construção Civil da Caixa Econômica Federal de Fortaleza, Josivan Rocha Josino; presidente da Comissão de Direito Imobiliário da OAB Seccional Ceará, Carlos Rodrigo Mota da Costa; e Wilson Pinto Marcelo, representando a Secretaria das Cidades do Estado do Ceará.

Após execução do Hino Nacional fizeram rapidamente uso da palavra o presidente da Fenaci, Joaquim Ribeiro; a presidente do Sindimóveis-CE, Cristina Chaul; José Montenegro de Holanda, presidente do SindusCon-CE; o gerente-regional de Construção Civil da Caixa, Josivan Rocha Josino; o presidente do Creci-CE, Apolo Scherer; e o procurador de Justiça do Estado, José Valdo da Silva.

O NÓ É POLÍTICO – A jornalista Denise Campos de Toledo abriu as palestras da manhã, traçando um panorama da economia e suas perspectivas. Lembrando que os desvios de dinheiro envolvendo as grandes empreiteiras e a Petrobrás atingiram um segmento que representava 10% do PIB e dos investimentos do país, Denise afirmou que não há como negar que a corrupção teve grande parcela de participação no caos econômico que vivemos hoje.

Para a Denise, apesar de tudo, a economia ainda respira e o crescimento do PIB em 1% no primeiro trimestre prova isso. Mas a rapidez com que se decida o futuro do presidente da República pode determinar muito do que podemos esperar para a economia brasileira, previu Denise.

BOAS NOTÍCIAS – Após palestra sobre crédito imobiliário e financiamento, o vice-presidente de Habitação da Caixa, Nelson Antonio de Souza, respondeu uma série de perguntas e anunciou importantes novidades para os corretores de imóveis, como o financiamento para a produção de lotes urbanizados, que volta a existir no Brasil agora em junho.
Souza anunciou ainda que, naquele dia, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, juntamente com Gilberto Occhi, presidente da Caixa, faziam o lançamento de 25.664 novos imóveis dentro do programa Minha Casa, Minha Vida, Faixa 1 empresa, retomando contratações que não aconteciam há dois anos. Afirmou também que a Caixa tem recursos, cerca de R$ 84 bilhões em crédito habitacional para este ano, e que os corretores de imóveis são uma parte muito importante para que as vendas de imóveis se concretizem.

ESPERANDO A VIRADA – Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP, fez uma exposição detalhada sobre o mercado imobiliário brasileiro, inclusive apresentando dados sobre o Estado do Ceará. No país, segundo Petrucci, os lançamentos e vendas estão em queda desde 2015. “A gente vende mais do que lança, porque estamos baixando as obras dos estoques que existiam e as que estão terminando”.

De acordo ainda com Petrucci, vai chegar a hora da virada e os preços dos imóveis vão disparar. “Não tenham dúvida. Não precisa ser economista nem mágico. Na hora em que a economia virar e o Brasil crescer 2,5% durante um ano ou dois vai faltar imóvel e o preço vai subir. É o que vem acontecendo nos últimos 50 anos.”

O economista-chefe do Secovi-SP destacou ainda que quando se trata de venda de imóveis novos vale lembrar estatísticas americanas que dizem que a cada unidade comercializada outras seis transações com imóveis usados são realizadas.

COMPRADOR DIGITAL – Marcelo Dadian, especialista em marketing e inovação, analisou o perfil do consumidor de imóveis dos dias de hoje e orientou sobre a importância de os corretores estarem dentro da chamada Era Digital.

Ressaltou, porém, que é preciso ser criterioso na hora do marketing, para que se atinja o público pretendido. Disse isso, dando um exemplo acerca dos smartphones, onde 22% estão na plataforma IOS e 71% no sistema Android. Independentemente do sistema dos smartphones, porém, 77% dos usuários estão no Facebook, 98% possuem WhatsApp e 61% dos consumidores estão comprando pela primeira vez.

DIA A DIA DO CORRETOR – "As Relações do Trabalho e a Corretagem" foi o tema da última palestra do Foreci Fortaleza. Quem apresentou o tema foi procurador-regional do Trabalho, Francisco Gerson Marques de Lima.

O tema, polêmico, foi intensamente debatido diante de uma plateia que não se reduziu com o passar das horas. O vínculo empregatício ou não na corretagem imobiliária, as diversas jurisprudências e outras questões pertinentes ao assunto foram detalhadamente tratadas.

O evento, que recebeu muitos elogios dos participantes pelas redes sociais e nas pranchetas de avaliação, foi encerrado com um coquetel.

MAIS PRESENÇAS – Acompanharam o vice-presidente da Habitação da Caixa, Nelson Antonio de Souza, além do gerente-regional da Construção Civil , Josivan Rocha Josino, Henrique Maia de Souza, superintendente nacional da Caixa; Rodrigo Quental Feitosa, gerente da Habitação de Fortaleza; Jorge Tess, superintendente-regional de Fortaleza; Rodolfo Augusto Santos, superintendente-regional no Ceará; André Fonseca, superintendente-executivo de Habitação; Marcelo Rodrigues da Silva, gerente-regional de Construção Civil da Superintendência Regional.

Ligados à Fenaci, prestigiaram o Foreci Fortaleza, a presidente do Sindimóveis-MS, Marta Recalde; a presidente do Sindimóveis-ES, Beth Oliveira; o presidente do Sindimóveis-RN, Carlos Alexandre Paulino; e a vice-presidente da Relações Sindicais da Fenaci, Eliene de Freitas Souza.